sexta-feira, 15 de junho de 2007

A Cueca

Imagine chegar ao trabalho, e encontrar seu chefe usando apenas roupas íntimas, como se não houvesse nada demais, nisso. Foi o que aconteceu com a Dona Severina, no conto A Cueca.

Veja esse e outros textos em Prosa Errante. E seja bem-vindo ao Literatura Errante!

terça-feira, 29 de maio de 2007

Antes só do que mal acompanhado. A solidão não está somente em estar sozinho. É preciso Desnudar-se da Solidão, sem desnudar-se de si mesmo.

Agora, o poema está à disposição no Literatura Errante. No Verso Errante.

quarta-feira, 11 de abril de 2007

O Estupro

(ATENÇÃO! Texto não recomendado para menores de 16 anos: conteúdo sexual)

Você está andando pela rua, e presencia um estupro. O que você faz? Veja o desfecho dessa aventura, no conto O Estupro.

Veja esse e outros textos em Prosa Errante. E seja bem-vindo ao Literatura Errante!

quarta-feira, 4 de abril de 2007

Quem diria, quem me dera

Em 2007, inspirado num passeio com colegas de teatro, pelas famosas pontes do Recife Antigo, Pablo se aventurou a escrever uma peça teatral, "O Salva-Siris". Entre as canções do musical, está Quem diria, quem me dera. Trata-se de um bolero, e, enquanto a compunha, o poeta era quase capaz de ouvi-la numa voz como a de Zizi Possi ou Fátima Guedes... Quem sabe, um dia?

Agora, o poema está à disposição no Literatura Errante. No Verso Errante.

segunda-feira, 19 de março de 2007

Se tu Queres

"Mulher querendo é bom demais", já dizia Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.

Querer, sem compromisso. Desejar, sem comprometimento. Se rolar, será bom. Se nada acontecer, paciência. A amizade será a mesma. Topas? Essa é a proposta de Se tu Queres.

Agora, o poema está à disposição no Literatura Errante. No Verso Errante.