quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Palavras Secas

Há quem diga que romantismo é luxo burguês, coisa para quem já tem mais que atendidas as necessidades básicas. Mas, mesmo quando na hora da necessidade, quando busca pelo pragmatismo, e recorrendo à prosa como meio de expressão, um poeta é subjetivo. As Palavras Secas expressam a contradição entre o sentimento presente e o pragmatismo que se busca alcançar.

Veja esse e outros textos em Prosa Errante. E seja bem-vindo ao Literatura Errante!